REPRESENTANTE DA UCAN NA PUC EM BUSCA DE PARCERIA PARA IMPLEMENTAÇÃO DE CURSO NO ISPOCAB

O Investigador Sénior do Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola, Doutor Nelson Pestana esteve recentemente na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Goiás em busca de parceria para implementação de curso de graduação em serviço social no Instituto Superior Politécnico Católico de Benguela (ISPOCAB).

Doutor Nelson que se fez acompanhar do padre Amadeu Ngula, Diretor geral do Instituto Superior Politécnico Católico de Benguela, reiterou que a PUC será um modelo para a criação de um curso de graduação em Serviço Social em Benguela.

A novidade foi avançada durante a reunião que aconteceu na sala da Reitoria onde foram acolhidos. “O curso de Serviço Social da PUC Goiás tem 60 anos e nós viemos buscar o auxílio e ajuda para que, a partir de 2018, possamos oferecer uma licenciatura em Serviço Social no sul de Angola. O curso é oferecido apenas na capital e nossa ideia é levá-lo para outros pontos do território nacional. Queremos descentralizar esse desenvolvimento e dar possibilidades para a juventude, a partir da oferta de cursos”, pontuou o professor Nelson.

Docente da graduação e do Mestrado em Serviço Social da PUC Goiás, a professora Sandra de Faria ressaltou a importância da visita, em função do aprofundamento dos vínculos acadêmicos, a mobilidade estudantil, trânsito de alunos, professores e a formação de recursos humanos em Serviço Social para um país que vive um momento de transição. “Eles passam por um processo de construção de seu tecido social e de aprofundamento de direitos, sobretudo, a política social em um país que viveu mais de 30 anos de guerra”, refletiu. A professora também destacou que essa cooperação acadêmica é pioneira no Brasil e em Angola por contribuir para a consolidação do desenvolvimento social e econômico do país africano, além de incentivar a formação de profissionais que desenvolverão um papel orientado pela defesa dos direitos humanos e sociais.

Reitor da PUC Goiás, o prof. Wolmir Amado observou que Brasil e Angola são países irmãos, relação implícita em suas raízes históricas, além de ser um passo para o caminho da internacionalização que aproxima a universidade do continente africano. “Já tive a oportunidade, em outros anos, de conhecer a Universidade Católica de Luanda e estabelecer um convênio e uma colaboração com nossa universidade. Agora damos um passo à frente, e com o estado de Benguela na Angola vamos colaborar com o curso de Serviço Social e, ao final, aproximar ainda mais os laços e as relações com este povo irmão”, declarou.

Pela primeira vez no Brasil, o padre Amadeu Ngula disse estar entusiasmado com a visita e a acolhida da PUC Goiás: “é uma experiência linda e pensamos em formular protocolos de cooperação. O Instituto Politécnico de Benguela tem 10 anos e olhar uma experiência de 60 nos deixa bastante comovidos. Desde ontem estamos a fazer visitas em várias escolas, que nos deixaram estupefatos e tem sido um aprendizado constante”, afirmou o religioso.

No mesmo dia, eles conheceram a Paróquia Universitária, PUC TV e Escola de Formação de Professores e Humanidades. Eles permanecem na instituição durante a semana para prestigiar a Jornada da Cidadania da PUC Goiás.

Fonte: http://noticias.pucgoias.edu.br/?s=Puc+referencia+de+cursos+em+Angola

 

Siga-nos

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos dando um click.

Quem está em linha?

Temos 40 visitantes e sem membros em linha