PROFESSOR FRANÇA VAN-DÚNEM LEMBRA NECESSIDADE DE DISCIPLINA UNIVERSITÁRIA E VALORIZAÇÃO DE QUADROS

A Faculdade de Direito da Universidade Católica de Angola realizou no dia 31 de Maio, a Cerimónia de homenagem Professor Doutor Fernando José de França Dias Van-Dúnem, pelos 50 anos da sua tese de doutoramento, que tem como título: “Fronteiras Africanas”.

O evento decorreu no edifício de extensão universitária, e foi aberto pelo Vice-Reitor para a Investigação e Extensão Universitária, Padre Doutor Jerónimo Cahinga, depois de a Decana da Faculdade de Direito, Dra. Márcia Nigiolela, ter dado as boas-vindas.

O segundo momento foi da apresentação da biografia profissional do homenageado, pelo Dr. Amílcar Quinta. Seguiram-se as conferências, por dois ex-estudantes do homenageado, nomeadamente: Dr. Márcio Daniel, que falou sobre “desconcentração e território”; e Dr. Wilson Adão que abordou “exploração transfronteiriça de recursos”. Ambas apresentações procuraram aprofundar, de certa forma, o tema central da tese de doutoramento do homenageado e demostrar a pertinência e utilidade da discussão, ainda hoje.

O terceiro momento foi o da conferência magna, pelo homenageado e tinha como título: “Direito: 50 anos depois”. Ao tomar a palavra, o Professor França Van-Dúnem começou por lembrar a sua falecida esposa, destacou que “tudo o que fez não foi mais que a sua obrigação”, assim humildemente disse “não sou tão bom assim”. Entre as várias lições, chamou atenção para a necessidade da disciplina, rigor e da valorização dos quadros nacionais.

A cerimónia encerrou com a entrega de um quadro, pintado pelo Dr. Satchimuma Kapusso, ex-estudante de Direito. Prestigiaram o evento, entidades políticas, eclesiásticas, académicas, antigos estudantes e estudantes de direito.

 

Siga-nos

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos dando um click.

Quem está em linha?

Temos 184 visitantes e sem membros em linha