REITORES DO G4 APROVAM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR

Os Reitores do G4, Grupo das Quatro Universidades privadas angolanas (UGS, UPRA, UNIA E UCAN) que desde o ano passado celebraram um protocolo de cooperação, aprovaram no dia 22 de fevereiro de 2018, no Salão Nobre da UCAN, o plano do curso de agregação pedagógica, denominado Curso Especialização em Docência no Ensino Superior (CEDES). A realização do mesmo está inserida na estratégia de melhoria e capacitação dos quadros docentes nas universidades em causa, e terá a duração de 5 anos.

 

A proposta foi elaborada pelos Vice-Reitores das quatro universidades e integra além do plano curricular, o plano financeiro, modelo de certificado e o perfil do formador. Sobre a mesma, a Comissão Técnica recebeu várias sugestões que a seu nível serão analisadas e enquadradas no referido plano.

 

O G4 concordou que o curso deverá ter vários módulos e será obrigatório para os docentes que não tenham feito o ISCED. Para os que tiverem feito cursos de agregação pedagógica, será feita equivalência.

 

Para além da aprovação, os Reitores concordaram, ainda, que o primeiro módulo deverá decorrer entre Abril e Maio, deste ano. Entretanto o curso está sujeito a aprovação pelo Ministério do Ensino Superior, pelo que se for aprovado este ano, só poderá ser ministrado no próximo ano. Por este facto, sugeriu-se marcar um encontro com a actual titular da pasta ministerial, nos próximos dias, já que o grupo entende que é necessário realizar as primeiras edições ainda neste ano.

 

Curso Especialização em Docência no Ensino Superior terá mais de10 módulos, nomeadamente: 1.º módulo: o professor universitário hoje; 2.º didáctica do Ensino Superior; 3.º o processo de ensino-aprendizagem no Ensino Superior; 4.º questões éticas no ensino superior; 5.º métodos e meios de ensino; 6.º Ensino, Investigação e Extensão; 7.º Planificação do processo de ensino-aprendizagem; 8.º processo de avaliação das aprendizagens; 9.º tendências pedagógicas contemporâneas; 10.º comunicação educativa; 11.º quadro normativo do ensino superior; 12.º técnicas de elaboração de projectos de investigação e extensão.

 

A Universidade Gregório Semedo, Universidade Privada de Angola, Universidade Independente de Angola e a Universidade Católica de Angola assinaram no ano passado um protocolo de cooperação que possibilitará trocar experiências nas áreas da gestão académica, ensino, investigação e extensão universitária.

 

FACULDADE DE ECONOMIA E GESTÃO PROMOVE AULA MAGNA COM ECONOMISTA CHEFE DO BANCO MUNDIAL

A Direcção da Faculdade de Economia e Gestão (FEG) realizou, no dia 22 de Março de 2018, uma Aula Magna com o economista chefe do Banco Mundial para África, Albert Zeufack.

Durante a sua abordagem, que durou cerca de uma hora, o Dr. Albert Zeufack dedicou particular atenção ao crescimento económico em África e no mundo: tendências recentes; aos cinco desafios para a diversificação e crescimento sustentável de África; e a razão​ de o investimento (público e privado) ser tão importante em África, especialmente em Angola.

A aula decorreu no Salão Nobre e foi dirigida, em particular, aos estudantes​ de 4º ano e aos estudantes de mestrado científico de economia da FEG. No final da aula, foi reservado algum espaço para perguntas e respostas.

O evento foi realizado com o apoio da delegação do Banco Mundial em Luanda e do Prof. Caetano João, professor da FEG e Reitor da UPRA,​ e contou​ ​com a presença do Secretário-Geral da UCAN, Laurindo Miji Viagem, do ​Decano da Faculdade de Economia e Gestão, Dr. João Van-Dúnem e investigadores do CEIC, docentes da Faculdade de Economia e Gestão​ e​estudantes. 

CEIC ORGANIZA COM FMI APRESENTAÇÃO DO RELATÓRIO SOBRE PERSPECTIVAS ECONÓMICAS NO MUNDO E EM ÁFRICA

O Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola, em parceria com o Fundo Monetário Internacional em Angola, apresentou o relatório do Fundo Monetário Internacional com o título “Perspectivas Económicas Globais e Perspectivas Económicas Regionais da África Subsariana”.

O evento aconteceu no Salão Nobre da UCAN e contou com a presidência da Vice-Reitora para a Área Académica da UCAN, Dra. Maria Helena Miguel, em representação do Magnífico Reitor. Além de agradecer e desejar boas-vindas aos presentes, a Vice-Reitora sublinhou que a UCAN está satisfeita com a cooperação tida, há já algum tempo, com o Fundo Monetário Internacional representado no país, e acrescentou que a mesma vai continuar a envidar esforços para que a referida relação se aprofunde cada vez mais.

O relatório do FMI Outono 2017: Perspectivas Económicas Globais,  foi apresentado pelo representante do FMI em Angola, Max Alier e no segundo, o Relatório do FMI Outono 2017: Perspectivas Económicas Regionais, pelo Economista do FMI em Angola, Marcos Miguel. A seguir o Director do CIEC, Dr. Alves da Rocha fez breves comentários sobre as apresentações.

O discurso de encerramento foi proferido pelo Vice-Reitor para Investigação e Extensão Universitária Padre Doutor Jerónimo Cahinga que ao terminar reconheceu o impacto do resultado das pesquisas feitas pelo CEIC sobre a governação e a gestão da economia e agradeceu, mais uma vez, o referido setor pelos esforços empreendidos por continuar a levar em bom ritmo e rigor a área da pesquisa científica na UCAN.

Siga-nos

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos dando um click.

Quem está em linha?

Temos 86 visitantes e sem membros em linha

Está em... Home Pages Sample Data-Articles